EA DICE encerra micro transações em Star Wars Battlefront II

0
Star Wars Battlefront II
Star Wars Battlefront II

Star Wars Battlefront II é oficialmente lançado hoje, dia 17 de novembro, mas a história deste jogo não se resume ao facto de ser um dos títulos mais aguardados de 2017. Os jogadores que tiveram acesso à fase Beta do jogo, a partir de 9 de novembro, e os que já adquiriam a versão Deluxe Edition, desde 14 de novembro, vieram às redes sociais expressar o seu desagrado em relação aos preços in-game exigidos para desbloquear as personagens mais cobiçadas da saga.

EA reconsidera preços dos heróis em Star Wars Battlefront II

No entanto, as queixas não ficaram por aqui.

Os cristais, a moeda virtual utilizada no jogo, e que pode ser comprada com dinheiro real, permite ao jogador adquirir itens e Caixas de Loot que lhe atribuem vantagens no jogo, perfazendo a ideia do ‘PayToWin’.

A polémica continua quando um Esloveno, Lovro Pirjevec, começou uma petição que pedia à ESRB, o equivalente à PEGI para os EUA, uma organização que classifica os videojogos consoante a sua natureza e características, que classificasse Star Wars Battlefront II como um jogo para adultos, uma vez que nele é utilizado o sistema de micro transações por Caixas de Loot.

Star Wars Battlefront II
Petição em Change.org

A petição já foi assinada por mais de 44 mil apoiantes e argumenta que as Caixas de Loot têm uma natureza de jogo de apostas, e que por isso podia provocar o vício em jogos de azar, especialmente nocivo para os jovens.

O sucesso da petição provocaria a remoção das Caixas de Loot de todos os videojogos, um modelo de negócio utilizado por muitas editoras, uma vez que são poucos os jogos que conseguem chegar ao mercado tendo sido avaliados com a classificação ‘Para Adultos’.

A ESRB já respondeu à intenção da petição, indicando que as Caixas de Loot devolvem sempre uma recompensa, logo não há nenhum elemento de sorte, uma vez que contêm sempre um prémio. Nos jogos de azar reais existe um risco associado à aposta com dinheiro, que poderá não devolver nenhum prémio.

Apesar das Caixas de Loot já existirem nos videojogos há algum tempo com ofertas de itens ‘cosmetic’, só recentemente alguns jogos começaram a oferecer recompensas que podem impactar a progressão dos jogadores. Foi o caso de Star Wars Battlefront 2 que introduziu nas Caixas de Loot itens que podem atribuir vantagens na progressão sobre outros jogadores, o que originou o desagrado de muitos fãs.

Oskar Gabrielson, Diretor Geral da EA DICE, veio hoje afirmar que a empresa está sempre atenta às reações da comunidade e que foi sempre o seu objetivo criar o melhor jogo possível para todos os jogadores. É neste sentido que anuncia a interrupção temporária do sistema de micro transações, deixando de ser possível comprar cristais com dinheiro real, e toda a progressão do jogador será ganha com tempo de jogo. A possibilidade de comprar cristais será disponibilizada numa data ainda a anunciar e só depois de realizarem todas as alterações ao jogo.

Para enviar uma sugestão, tens de fazer ou .

Comentários

Ainda sem comentários!

  Subscrever  
Notificar: