Análise: PES 2019

0

 

Com a chegada de uma nova época de futebol ao continente europeu, chegam também as novas edições dos simuladores do desporto rei. O primeiro a entrar em cena foi o Pro Evolution Soccer 2019 (PES 2019), com uma festa de lançamento na Worten, no dia 30 de agosto de 2018. Desenvolvido pela Konami, o PES 2019 é a 18ª edição deste que é um dos mais populares simuladores da história dos videojogos e um dos mais jogados aqui na redação da ActiGamer, por isso, vamos ser bastante exigentes na nossa análise, onde descrevemos a nossa experiência, o que mais gostamos e o que achamos que ficou aquém das expetativas.

PES 2019

Sentados em frente à consola, de comando na mão, começámos ansiosamente o download do jogo. Felizmente, não tivemos de esperar muito tempo. O PES 2019 permite-nos fazer uma partida de exibição mesmo enquanto esperamos que termine o download. Nesta altura, as equipas Liverpool e Schalke 04 são as únicas disponíveis.

Não resistimos em dar os primeiros pontapés na bola. Com o começo do jogo, ficámos imediatamente impressionados com o estádio, o nível de detalhe gráfico e o ambiente criado pelos adeptos nas bancadas. Se o Veltins-Arena estava ao rubro, a atenção dada aos modelos dos jogadores não pareceu acompanhar o detalhe do estádio, algo que nos deixou um pouco desiludidos. Ainda assim, esperámos por ver a versão final do jogo para tirar uma conclusão mais definitiva. Com o apito do árbitro, iniciámos a partida. Após 90 minutos virtuais, e com uma vitória à tangente do Liverpool, restou-nos esperar que o download concluísse para poder desfrutar de todas as opções do novo PES 2019.

PES 2019
PES 2019. Imagem: DR

Desde a primeira edição em 1996, com o nome Goal Storm, ou World Soccer Winning Eleven, no Japão, país de origem da produtora Konami, o PES ganhou o seu nome em 2001, ano em que foi lançado em simultâneo e em exclusivo para a PlayStation e PlayStation 2, com o slogan “Nós somos a tribo do Futebol”. Nos anos seguintes, o PES foi alargando a lista de plataformas suportadas, muitas vezes compatível com várias gerações da mesma consola, como foi o caso da edição do ano passado, PES 2018, que ainda era suportado pela PlayStation 3 e Xbox 360. A edição deste ano, além da habitual versão para PC, conta também com versões para PlayStation 4 e Xbox One, deixando de suportar as gerações anteriores destas consolas, uma decisão que talvez tenha permitido o upgrade gráfico que o jogo apresenta.

Conforme já anunciado, esta edição do PES inclui mais de 400 equipas, mais de 10.000 jogadores, e mais de 40 estádios, todos digitalizados em formato 4K. Estávamos ansiosos por avançar e descobrir as novidades deste novo PES 2019, como o Estádio José Alvalade, o único estádio português completamente digitalizado ao mais ínfimo detalhe.

PES 2019
PES 2019. Imagem: DR

Depois do jogo instalado, é altura para finalmente descobrirmos a aventura do PES 2019. Aceites os termos e condições, entramos no menu inicial do jogo. À primeira vista, o aspeto geral está semelhante ao Menu Principal da edição do ano passado, com ligeiras diferenças. Agora, o menu é expandido completamente na horizontal, onde cada categoria do menu apresenta os itens lado a lado, quando no PES 2018 eram apresentados em forma de grelha. Apesar do aspeto mais moderno deste ano, o formato em grelha parece-nos mais intuitivo, o que nos deixou um pouco desiludidos. Ainda assim, este não é um fator determinante.

EM CASA

A primeira categoria do menu mostra-nos os modos de jogo que mais jogamos, ao lado de algumas notificações do próprio jogo, notícias e promoções do PES, uma novidade na edição deste ano. Esta função, agora possível graças a um Menu atualizado dinamicamente pela Konami, que permite receber todas as novidades sobre o jogo, ofertas e descontos exclusivos.

PONTAPÉ DE SAÍDA

Aqui são apresentados todos os modos de jogo rápidos, como o Jogo Amigável, Jogo de Seleção Aleatória, Co-Op e Versus. É aqui que podemos realizar uma partida rápida sozinhos ou com amigos, sem compromisso ou obrigatoriedade de realizar uma época completa. São os jogos perfeitos para um encontro pontual ente amigos. Claro que tivemos de experimentar o Jogo de Seleção Aleatória, um dos nossos preferidos já da edição de 2018. Este modo consiste em equipas formadas por jogadores, tanto aleatórios como escolhidos por nós, com base em vários filtros. Para iniciar as hostes, escolhemos jogadores do Man Red (Manchester United), MD White (Real Madrid), PM Black White (Juventus), deixando a sorte decidir as outras opções. A outra equipa foi completamente aleatória. Com jogadores como Ronaldo, Modric Dybala, ficámos bastante satisfeitos com a nossa seleção. Neste modo podemos ainda permitir a troca de jogadores em várias rondas. A outra equipa teve a sorte de receber David de Gea para a baliza, que foi o nosso jogador cobiçado. A troca foi bem-sucedida. Ficámos com o valioso guarda-redes, enquanto a outra equipa cobiçou o nosso jogador Modric que, por sorte, tínhamos bloqueado, restando-lhes ficar com o jogador que marcámos como indesejado. A vitória deveu-se inteiramente a David de Gea, com uma defesa impossível de um penalti ao cair do pano.

PES 2019
PES 2019. Imagem: DR

Satisfeitos com o resultado, fomos explorar os outros modos de jogo. Um modo que temos de destacar, é o modo Treinos, onde podemos aperfeiçoar a nossa técnica em diversos treinos e situações de jogo simuladas. Este é um modo bastante importante, não só para nos habituarmos aos controlos de jogo, como para dominar a exigente mecânica de jogabilidade do PES 2019. Na verdade, o PES é conhecido pela sua exigência técnica. De seguida, descrevemos algumas das características técnicas que importa destacar:

Passes

O aspeto mais importante a ter em mente com o PES é a curva de aprendizagem, que pode ser demorada. Ao contrário de outros jogos, aqui não podes jogar ‘tiki-taka’ através da equipa adversária ou driblar todos os jogadores no campo. O PES é muito diferente neste aspeto. Não podes fazer passes de 180º, nem esperar que um passe de um colega chegue aos teus pés. É necessário usar a nossa habilidade para receber um passe, ou mesmo cortar uma jogada da outra equipa. No PES tudo é manual, sem automatismos, nem ajudas. Esta dificuldade, por vezes criticada, diferencia o PES de outros jogos mais Arcade, o que para nós é um ponto positivo. Não só torna a competição mais interessante como distingue os verdadeiros veteranos, com muitas horas a aperfeiçoar a sua técnica, dos novatos, mesmo que habilidosos. Para apimentar ainda mais as coisas, a Konami introduziu este ano 11 novas habilidades adicionais, fazendo aumentar ainda mais a individualidade de cada jogador, dando destaque à jogabilidade. Driblar com Philippe Coutinho e as suas fintas únicas, ou cruzar com a icónica lenda David Beckham, não será mais a mesma coisa.

Remate

No PES 2019, o remate não é feito imediatamente após o clique do botão. É necessário carregar a barra de potência, para que o remate saia com a força adequada. Esta característica exige um timing perfeito entre o tempo de carregamento da barra e o enquadramento com a baliza. O mesmo acontece com os passes ou todos os tipos de movimentos com a bola.

Defesa

Também na defesa tudo é manual. Ainda podes usar os jogadores de meio campo para cobrir as linhas de passe, mas terás sempre de trocar o teu foco para a defesa, uma vez que no PES não há cortes automáticos para te salvar. É aqui que os novatos encontram mais dificuldade. Vais ter de aprender a defender manualmente, até mesmo os cruzamentos.

Ataque e Táticas

O PES não depende apenas do ritmo de jogo, já que a maioria dos jogadores apresenta um ritmo baixo durante uma partida. Até mesmo o defesa Bruno Alves, com uma classificação de velocidade de +60, consegue bloquear os atacantes mais velozes. É claro que podes escolher jogadores como Ronaldo, Varane ou Neymar, que são dos mais rápidos do jogo, mas não é imperativo para seres bem-sucedido. Podes adaptar as tuas táticas a qualquer estilo de plantel, ou usar um treinador com táticas adequadas. Por exemplo, se tiveres um defesa lento, vais precisar de um treinador com uma tática defensiva e uma linha defensiva mais recuada ou um treinador de pressão alta. Praticamente todos os jogadores são utilizáveis. Alguns são melhores do que outros ou mais potentes, é claro, mas tudo se resume a táticas.

É comum ver equipas atingir bons resultados com jogadores mais lentos, mas muito dotados tecnicamente, como Toni Kroos. Um dos jogadores imprescindíveis na nossa equipa é Koke, um médio centro do KB Red White (Atl. Madrid), que apesar de não ser o jogador mais rápido (com +70 de velocidade) é possante e com um bom toque de bola (controlo de bola +80), e perfeito para o estilo de jogo de posse e alta pressão de Klopp.

PES 2019
PES 2019. Imagem: DR

É de salientar que o PES 2019 inclui agora a fadiga de cada jogador, visível na cara dos jogadores durante o jogo. A fadiga é um fator determinante no comportamento do jogador ao longo de uma partida, criando uma mudança de ritmo realista à medida que o jogo avança. Não correr com um defesa a ala inteira é agora fundamental para que ele consiga chegar ao fim do jogo.

Controles de Jogo

O “Super Cancelamento” é essencial para cortar passes e bloquear atacantes e defesas em bolas altas, ou proteger uma bola que está a sair do campo a nosso favor. No PES 2019, quando mudamos de jogador, podemos passar de um atacante para um defesa, o que pode comprometer uma jogada de ataque. Por isso, é obrigatório ativar a opção “Próximo Jogador”. Se no inicio pode parecer estranho, saber de antemão para qual jogador o cursor irá mudar é uma função que se revelará muito útil.

ONLINE

Aqui encontramos o modo de jogo preferido da maioria dos jogadores de PES. E não somos nós que o dizemos, é a Konami. O myClub este ano recebeu a maior renovação de sempre, com o novíssimo sistema de criação de cartas de jogador, que leva a mudanças na forma como os jogadores constroem os seus planteis, além de poderem encontrar jogadores de alto desempenho, incluindo jogadores lendários e jogadores da semana, com estatísticas temporariamente aumentadas com base na sua performance no mundo real.

PES 2019
PES 2019. Imagem: DR

MYCLUB

O myClub abre um novo mundo de opções dentro do próprio PES 2019. Com o mesmo estilo gráfico do Menu Principal, o myClub apresenta uma série de novos modos de jogo, multiplayer e singleplayer, onde a nossa equipa tem um papel determinante.

A parte mais interessante do myClub é a construção do nosso plantel. Podemos contratar jogadores utilizando várias combinações de Olheiros, que vão filtrar a nossa procura, ou através de Agentes especiais, com base na qualidade do agente e na nossa própria sorte. Estes itens podem sem adquiridos no jogo com GP e/ou Moedas myClub, além de treinadores e contratos, essenciais para continuar a utilizar as principais estrelas do clube.

É importante salientar que pode existir mais do que uma versão de cada jogador, de acordo com as edições especiais que a Konami for lançando. Os jogadores têm uma estatística chamada Forma. Quanto maior a Forma, maior a probabilidade de ele conseguir uma seta verde ou azul durante os jogos, o que dá ao jogador um bónus de desempenho. Semanalmente, a Konami revê as prestações dos jogadores no mundo real, com uma classificação de A a E, dependendo do seu desempenho. Um A ou B aumenta a probabilidade de receberem uma seta verde ou azul. Um D ou E aumenta a probabilidade de receberem uma seta laranja ou vermelha, e ficar com as suas habilidades reduzidas no jogo. Esta é a versão da Konami para a Team of the Week.

PES 2019
PES 2019. Imagem: DR

No PES 2019 não é possível comprar jogadores diretamente. Aqui, os jogadores são contratados por Agentes e Olheiros e são classificados em cinco níveis de raridade, onde a probabilidade de contratar um grande talento depende da qualidade do Agente ou Olheiro. Um jogador com bola preta representa o nível mais elevado de raridade. Se um grande jogador pode ser uma boa notícia, também exige um maior custo de manutenção/renovação.

Enquanto o Agente representa uma série de possíveis contratações, onde o resultado é aleatório, o Olheiro permite filtrar os jogadores, combinando até três olheiros de diferentes especializações (alguns conseguem filtrar até 100% o jogador pretendido, outros 50%, 25%, 20%, …).

PES 2019
PES 2019. Imagem: DR

Além da classificação geral de cada jogador, existe um nível associado que é fundamental para o jogador evoluir as suas habilidades. O nível de base de cada jogador é o nível 30, sendo que quanto mais velho, mais limitado é o seu potencial de crescimento. Os jogadores provenientes da Casa de Leilões são de nível 1, enquanto os jogadores adquiridos através de GP são de nível 30. Cada jogador recebe uma percentagem de EXP por cada jogo onde é titular, ou através de Preparadores EXP, sacrificando outros jogadores.

Pusemos a nossa sorte à prova e experimentámos usar um Agente “Players of the Week”. Para nosso espanto, conseguimos contratar o poderoso extremo Neymar Jr para o nosso clube.


Gestão de GP

Ter um plantel de primeira linha é caro para manter, com extensões de contratos muito dispendiosos. Para ganhar GP podes jogar como de costume, ou simular alguns jogos com o modo Emparelhamento Nivelado (SIM), utilizando jogadores que recebes de olheiros gratuitamente (ganhas um olheiro depois de cada partida), convertendo-os posteriormente em Preparadores EXP para utilizar em jogadores que queres subir de nível.

Todas as temporadas recebes uma renovação gratuita, que podes usar para renovar o contrato do teu jogador mais caro.

PES 2019
PES 2019. Imagem: DR

Treinador

Dentro do menu myClub podemos ainda contratar um treinador para nossa equipa. Este é um passo fundamental no PES 2019. É o treinador que define a tática e a formação, e ao longo do tempo podem surgir várias versões do mesmo treinador. Se um treinador que inicie a temporada no mundo real com um 4-3-3, e a certa altura mudar para 4-4-2, a Konami introduz no jogo uma nova versão do mesmo treinador. Treinadores diferentes darão estilos de jogo diferentes ao plantel, e podes ter até três treinadores ao mesmo tempo no clube. Nós usamos um com tática equilibrada, outro defensivo e o terceiro mais atacante.

PES 2019
PES 2019. Imagem: DR

Como já referimos antes, se jogares com uma linha defensiva alta, provavelmente precisarás de defensas rápidos. Com treinadores que usam uma linha defensiva recuada, podemos usar jogadores mais lentos como o Piqué. Tudo depende da tática e do treinador. Outro fator importante é a capacidade de gestão dos treinadores. Com um treinador mais barato, apenas podemos usar algumas vedetas até um limite francamente baixo, enquanto outros treinadores mais caros, com maior capacidade de gestão, são a alegria do clube. Com estes podemos por todas as vedetas em campo e mais algumas nos suplentes. O problema, porque há sempre um senão, é o preço para prolongar o contrato destes treinadores, que pode ser bastante dispendioso, além de terem maiores exigências para a obtenção de uma extensão gratuita.

Ainda no myClub podemos contratar jogadores em forma de empréstimo para a equipa ou trocar jogadores repetidos, o que pode ser uma boa solução se fizermos uso intensivo dos olheiros grátis que conseguimos no fim de cada partida.

O PES 2019 myClub inclui uma série de competições online por tempo limitado onde podemos ganhar alguns prémios, jogos co-op online, amigáveis e emparelhamento nivelado contra jogadores reais ou o computador.

PES 2019
PES 2019. Imagem: DR

Por fim, podemos consultar o nosso histórico de jogo, com estatísticas e classificações nas mais variadas competições, entre outros jogadores do mundo.

Se no myClub jogamos com a nossa equipa, criada pelos jogadores que conseguimos contratar, fora do myClub, mas ainda dentro da categoria Online, temos à disposição vários modos de jogo com clubes reais e os seus plantéis, em jogos amigáveis contra outros jogadores, competitivo, co-op ou no formato de Liga. É aqui também que podemos encontrar os jogos em equipa, até 22 jogadores. No nosso caso tivemos alguma dificuldade em encontrar salas disponíveis onde participar. Depois de alguma insistência encontrámos uma sala onde fizemos a nossa estreia neste modo.

OFFLINE

Como habitual, o PES 2019 inclui uma versão offline, perfeita para jogar entre amigos ou contra o computador.

MASTER LEAGUE

Com a inclusão do International Champions Cup (ICC), o maior torneio de pré-temporada do mundo totalmente licenciado no PES 2019, a Master League tem como objetivo recriar uma experiência real como treinador. Este ano com mais ligas licenciadas, incluído a nossa Liga NOS, e com transferências reais atualizadas pela Konami.

PES 2019
PES 2019. Imagem: DR

Claro que tínhamos de experimentar este que é um dos nossos modos de jogo preferidos. O PES 2019 permite-nos construir o modelo do nosso treinador perfeito, com base numa enorme quantidade de personalizações, desde o formato da face, tipos de cabelo e cores, e até acessórios. Com um toque de criatividade e alguma irreverência lá completámos o aspeto genial do futuro melhor treinador do mundo. Escolhida a equipa, iniciámos a competição!

RUMO AO ESTRELATO

Como opção também temos o modo Rumo ao Estrelato, onde jogamos na pele de um jogador real, ou criado por nós. Mais uma vez, demos asas à criatividade e construímos o jogador mais perfeito que Ronaldo ou Messi! Apenas com 17 anos, o avançado matador escolheu a Liga NOS para iniciar a sua carreira como futebolista, tendo sido contratado, aleatoriamente, pelo Nacional da Madeira. A Liga NOS é uma das ligas licenciadas no PES 2019, e por isso contém todas as equipas, logos e equipamentos. De destacar que o Estádio José Alvalade é um dos estádios completamente recriados nesta edição do PES, e o único estádio português licenciado no jogo.

PES 2019
PES 2019. Imagem: DR

Se preferires jogar com um amigo, existem dois modos que podes escolher. O modo Liga permite jogar vários jogadores dividindo uma liga, onde cada jogador representa uma equipa. O modo Taça é semelhante ao modo Liga, diferenciado apenas no formato da competição, onde as equipas são eliminadas durante a competição.

VEREDITO

A jogabilidade do PES é um hino ao futebol e a edição deste ano não foge à regra. Com a introdução de novas habilidades únicas, alguns jogadores mais conhecidos receberam um upgrade que os torna ainda mais especiais. Não se aprende a jogar PES 2019 do dia para a noite, exigindo uma profunda dedicação, o que o torna muito mais interessante e até estimulante, tornando o PES um jogo perfeito para Esports.

O novo visual gráfico melhorado, que faz uso da tecnologia HDR 4K, confere muito mais realismo aos estádios e bancadas, algo que pode ser apreciado no Estádio José Alvalade, com sombras, iluminação e efeitos visuais muito realistas. O aspeto geral dos jogadores, embora também melhorado, não impressiona. Se nos menus os jogadores têm um aspeto mais realista, durante as partidas o seu visual e movimentos do corpo parecem mais rígidos e pouco naturais.

A navegação pelos vários ecrãs de jogo precisa de melhorias, não só no aspeto gráfico, como no texto que acompanha os menus, pelo menos na versão portuguesa. Os comentários durante o jogo pareceram-nos um pouco básicos e repetitivos, no entanto aplaudimos a Konami por continuar a aposta nos comentários em português. Licenças nunca são demais, por isso a inserção da Liga NOS é um aspeto bastante atrativo. Não só é algo nos agrada a todos, como aumenta o realismo do jogo.

O PES já é um jogo de culto para todos os amantes de futebol, e a edição deste ano não compromete a tradição da saga. É um jogo imprescindível para os verdadeiros fãs do desporto rei.

Esta análise foi baseada na versão do jogo para PlayStation 4. Uma cópia foi gentilmente cedida pela Ecoplay.

Para enviar uma sugestão, tens de fazer ou .
Positivo
Jogabilidade mais realista
Curva de aprendizagem que valoriza a experiência
Visuais dos estádios e bancadas
Comentários em português
Novas licenças, incluindo a Liga NOS
Negativo
Navegação e aspeto geral dos menus
Texto confuso e pouco trabalhado
Visual dos jogadores não acompanha as melhorias gráficos do resto do jogo
8.6
Muito Bom

Comentários

Ainda sem comentários!

avatar
2000
  Subscrever  
Notificar: